goncin@wordpress.com:~$ _

Linux, programação e toda sorte de nerdices

Arquivos de tags: dock

Simulando um dock com um painel do GNOME

Eu era feliz com o Docky. Até que veio o Ubuntu 10.04, e, na versão de 64 bits do nosso amado sistema operacional, o Docky tornou-se muito instável, encerrando com erro ao clicar sobre um ícone com o botão secundário do mouse.

O Docky me era útil como um repositório de lançadores, sem ocupar espaço na tela, mas sempre à mão. Sem conseguir me adaptar com nenhum outro dock (cada qual tem lá o seu defeito), acabei por me virar transformando meu painel superior do GNOME num pseudodock, se é que posso chamá-lo assim. Para tanto, fiz o seguinte:

  • Transferi a Área de Notificação, o relógio e a Sessão do miniaplicativo indicador para o painel inferior, de modo que sobrassem no painel superior apenas os lançadores;
  • Ajustei as seguintes propriedades do painel superior (clique com o botão secundário do mouse > Propriedades):
    • Tamanho: 24 pixels;
    • Desmarquei “Expandir”;
    • Marquei “Ocultar automaticamente”;
    • Na aba “Plano de fundo”, optei por “Cor sólida”, e, em “Estilo”, deixei-o totalmente transparente.
Meu 'pseudodock', feito a partir de um painel do GNOME

Meu 'pseudodock', feito a partir de um painel do GNOME

Ocultando-se automaticamente, a barra não me toma espaço da tela. Não sendo expansível, ela ocupa apenas o centro da parte superior da tela, quando o cursor do mouse se aproxima daquela região, sem o risco de acionar a barra quando apenas se quer fechar uma janela clicando sobre o ícone aproprioado em um dos cantos da janela. E fica ainda mais interessante quando usada em conjunto com o Navegador de Aplicativos.

Sim, talvez eu seja muito low profile. Tudo bem. Mas é bacana poder personalizar a área de trabalho desta forma sem ter de instalar nada a mais. E pode ser uma solução para aqueles cujo hardware não suporta o Compiz, requerido pelas docks de verdade. 😉

Anúncios

Ubuntu: um navegador de aplicativos sempre à mão

No post que escrevi sobre as diferentes opções de menu que podem ser utilizadas no Ubuntu, apresentei entre elas o Menu Principal do GNOME. Esse projeto, além do menu, traz um pequeno tesouro chamado Navegador de Aplicativos. Nele, a organização dos aplicativos por categoria é mais bem visualizada do que nos menus, e seu melhor recurso é uma caixa de busca incremental. Isso deixa qualquer aplicativo a apenas algumas teclas de distância.

Menu principal do GNOME e seu Navegador de Aplicativos

Menu principal do GNOME e seu Navegador de Aplicativos

Podemos ampliar consideravelmente as possibilidades do Navegador de Aplicativos ao criar um lançador para ele. Assim, o Navegador de Aplicativos poderá ser usado mesmo se o Menu Principal do GNOME não for sua opção de menu principal. Para tanto:

  • Instale o Menu Principal do GNOME, se ainda não o tiver feito (veja nesse outro post como proceder). Não é necessário adicioná-lo ao painel; somente precisamos dele instalado;
  • clique com o botão secundário do mouse no espaço vazio de algum painel e selecione Adicionar ao Painel. No diálogo que se abre, escolha Lançador de aplicativo personalizado e, em seguida, Adicionar;
  • atribua um nome facilmente identificável ao novo lançador. Na caixa de texto Comando, informe /usr/lib/gnome-main-menu/application-browser.

O lançador personalizado para o Navegador de Aplicativos mostra-se ainda mais interessante quando utilizado em conjunto com alguma dock (Docky, AWN, etc.), já que é possível arrastar itens a partir do navegador e ancorá-los naquela. E ter o próprio lançador do Navegador de Aplicativos na dock é uma bela saída para ter os aplicativos acessíveis quando já não cabem mais ícones. Ou quando simplesmente se prefere uma dock mais “enxuta”. 😉

%d blogueiros gostam disto: