goncin@wordpress.com:~$ _

Linux, programação e toda sorte de nerdices

Ubuntu 11.04 (Natty Narwhal): ajustes para melhorar a usabilidade do Unity

Salve, pessoas!

O Ubuntu 11.04 (também conhecido pelo simpático e críptico codinome Natty Narwhal) já está aí, e, com ele, veio junto a nada unânime interface Unity. Ainda não tenho uma opinião fechada sobre ela, mas, tão logo a instalei (ou melhor: consegui fazê-la funcionar 😛 ), notei que ela levou a ideia de melhor aproveitamento do espaço da tela – algo que venho advogando, e não é de hoje – às últimas consequências. No meu ponto de vista, porém, o ganho de espaço útil trouxe consigo uma certa queda nos níveis de usabilidade.

Em face disso, fui em busca de ajustes na configuração para que ela satisfizesse minhas necessidades de usuário. E isso é o que eu gostaria de compartilhar com vocês neste post.

Instalando o pré-requisito

Para poder configurar o Unity, é necessário o aplicativo de Configurações Avançadas do Compiz. Parece que ele não faz parte de uma instalação padrão e limpa do Natty. Para instalá-lo, basta procurar por “Configurações avançadas de efeitos da área de trabalho (ccsm)” na Central de Programas do Ubuntu, ou, para os fãs de um velho e bom terminal, sudo apt-get install compizconfig-settings-manager.

Encontrando o aplicativo de configurações

Para encontrar as Configurações Avançadas do Compiz (CCSM, para encurtar), após a instalação, basta clicar sobre o botão do Ubuntu (canto superior esquerdo da tela), digitar “compiz” para efetuar uma busca e clicar sobre o ícone correspondente.

Encontrando as Configurações Avançadas do Compiz

Encontrando as Configurações Avançadas do Compiz

Encontrando as configurações do Unity

O Unity é, na verdade, um plugin do Compiz. Para encontrar as configurações específicas dele no CCSM, digite “unity” na caixa de buscas e, uma vez mais, clique sobre o respectivo ícone.

Encontrando as configurações do Unity no CCSM

Encontrando as configurações do Unity no CCSM

Os ajustes

Tornando o painel lateral permanentemente visível

O painel lateral do Unity, por padrão, esconde-se quando julga não ser útil ao usuário num dado momento. Se você, como eu, tem um monitor widescreen e fica “perdido” sem algo que lhe mostre quais janelas estão abertas, talvez queira que o painel lateral fique visível permanentemente. Para isso, escolha a opção “Never” na configuração “Hide launcher”.

Ajustando o painel lateral do Unity para visibilidade permanente

Ajustando o painel lateral do Unity para visibilidade permanente

Distinguindo melhor os aplicativos abertos

Ficou confuso saber quais aplicativos estão abertos, observando o painel lateral? Podemos melhorar isso. Na aba “Experimental”, ajustemos “Backlight Mode” para “Backlight Toggles”. Dessa forma, aquela “luzinha colorida” que aparece por detrás dos ícones do painel só estará ativa para os aplicativos que estão sendo executados no momento.

Deixando a luz de fundo acesa só para os aplicativos abertos

Deixando a luz de fundo acesa só para os aplicativos abertos

Diminuindo o tamanho dos ícones

O tamanho padrão dos ícones do painel lateral é 48 pixels, dimensão pensada, certamente, para uso do Unity em dispositivos touchscreen, como tablets. Contudo, se o que você tem é um computador desktop ou mesmo um notebook, esse tamanho poderá parecerá exagerado – em especial se você optar por deixar o painel sempre visível. Também na aba “Experimental”, há o ajuste “Launcher icon size”, no qual eu coloquei o mínimo possível: 32 pixels. Sinceramente, eu acho que o tamanho mínimo poderia ser ainda menor, mas…

Querida, encolhi os ícones!

Querida, encolhi os ícones!

Um pouco de cosmética: deixando o painel superior (semi)transparente

É perfumaria, eu sei, mas eu acho bonitinho 😛 . Por padrão, o painel superior é 100% opaco, mas podemos alterar isso, ajustando o valor de “Panel Opacity” (na aba “Experimental”) para um valor menor que 1. Pessoalmente, gosto do efeito que 0,85 proporciona.

Transparência é sexy, não concorda?

Transparência é sexy, não concorda?

Reabilitando a área de notificação para todas as aplicações

Você deve ter notado (ou não 😉 ) que a área de notificação (vulgo systray) do Natty está bem mais enxuta, e que muitas aplicações que davam as caras por lá não aparecem mais. Se isso é um problema para você, é possível voltar a permitir que qualquer aplicação volte a colocar seu ícone por lá. Dessa vez, deixaremos o CCSM de lado e vamos direto à linha de comando:

gsettings set com.canonical.Unity.Panel systray-whitelist "['all']"

Será necessário encerrar a sessão e fazer login novamente para que a nova configuração tenha efeito. Esta última dica foi devidamente “chupinhada” do site WEB UPD8, aliás ótima referência sobre Ubuntu (e Linux, em geral), para quem arranha pelo menos um pouco de inglês.

Os ícones de volta à área de notificação. Entre eles, Pidgin e Dropbox.

Os ícones de volta à área de notificação. Entre eles, Pidgin e Dropbox.

Conclusão

O Unity é ótimo em sua intenção de proporcionar a maior área útil possível de tela. Se ele conseguirá fazer isso bem e conquistar a grande massa de usuários, só o tempo dirá. Se me permitem opinar, acho que a interface está num estado ainda beta, e não são poucos aqueles que relatam dificuldades em fazê-la funcionar – foi assim também comigo, o Unity não rodou out of the box, como prometido, apesar de minha placa nVIDIA GeForce 9800 GT. Mas vale, porque estamos experimentando um mundo novo, e o foco do Unity, inequivocadamente, é fazer a transição do mouse para o touchscreen o mais suave possível.

Anúncios

45 Respostas para “Ubuntu 11.04 (Natty Narwhal): ajustes para melhorar a usabilidade do Unity

  1. Luciano 03/05/2011 às 09\0937

    Eu odiei essa porcaria de 11.04.
    Não vou mudar tão cedo, se mudar para ele.

    Fiz a p$% da atualização esse fim de semana e deu pau justo no que ? GRUB meu caro.
    Não iniciava mais, e pra resolver não teve livecd que salvasse, tive de reistalar o 10.10, tirar o lembrete de atualização e deixar quieto.

    Agora estou me fo@#$% pra conseguir colocar todas as minhas ferramentas de novo rodando.

    Pior é que a porcaria do PDO_MYSQL não compila nem a pau. Ou seja. de tudo, nada desse ubuntu novo veio a me trazer coisas boas.

    Não instalem !!!

    Quem sabe daqui 1 ano quando tiver beeeeeeeeeem estável ?!

    Abraços

    • goncin 03/05/2011 às 09\0939

      Só tenho a lamentar por você.

      • Wagner 26/02/2012 às 14\0210

        Não, não ele tem total razão, o infeliz não lê nem mais os periféricos tais como dvds e cdrom.

    • DMoRiaM 05/05/2011 às 09\0958

      Olha, é simples resolver esse tipo de problema. Não gostei do Unity e senti o computador menos “confortável” em termos de performance, isso num primeiro momento, mas não ví nenhum problema com o sistema até agora. Quando tiver problemas com o grub, faça o seguinte:

      Carregue o LiveCD da versão anterior que tinha instalado em seu PC. Após isso:
      sudo fdisk -l e verifique qual a partição de boot do seu sistema. Nesse exemplo, o sistema está todo contido numa única partição, para simplificar. Digamos que seu sistema esteja em sda1, então:
      sudo su
      mount /dev/sda1 /mnt
      mount -B /dev /mnt/dev
      mount -B /dev/pts /mnt/pts
      mount -B /sys /mnt/sys
      mount -B /proc /mnt/proc
      chroot /mnt
      apt-get purge grub-pc grub-common
      confirme tudo que ele perguntar.
      apt-get install grub-pc grub-common
      update-grub
      terminada essa parte, dê um control + D para sair do chroot
      umount /mnt/proc
      umount /mnt/sys
      umount /mnt/dev/pts
      umount /mnt/dev
      umount /mnt

      Reinicie seu computador e pronto. Acho muito chato ver uma pessoa vilipendiar algo por desconhecer como funciona ou entrar em pânico sem necessidade.

      Amplexos.

      • Luciano 24/08/2011 às 03\0343

        Não velipendiei coisa nenhuma meu caro, apenas dê uma busca no google e veja quantos problemas esse bendito novo Ubuntu quando lançado criou no grub.
        Sem mais !

      • Antonio Nogueira 09/11/2011 às 10\1052

        Meu caro, você acha que ficar sem entrar no sistema operacional não é uma questão de se entrar em pânico? A propósito, eu também acho que o pessoal está complicando cada vez mais o uso do Linux. Este tal de natty realmente não é fácil de usar não. Se o cara não vẽ o ícone da aplicação que ele está rodando na bandeja, tem que ficar procurando com a tecla alt+tab, como ele vai localizar se nunca usou o DOS na vida? Cara, isto para mim, de ter que usar o console, para usuários que não tem formação em informática ou processamento de dados, é uma regressão sim.
        A propósito, o meu “alt + tab” para alternar entre as aplicações abertas (janelas), não está funcionando. Por que será?
        Atenciosamente
        Antonio Carlos

  2. Jonnas Fonini 03/05/2011 às 09\0953

    Mais um grande post do amigo Fausto!

    A dica do “systray” veio a calhar muito bem pra mim.

    Odiei a nova interface a primeira vista, mas agora já estou acostumado. Instalei um AWN (dock), pois já
    estava acostumado com ela desde a versão passada do Ubuntu e a usabilidade melhorou, pois prefiro controlar os aplicativos abertos através dela.
    Enfim, é um novo conceito, os “old-school” certamente não irão gostar, mas como é Linux você tem total liberdade de modificar o seu ambiente como bem entender.

    Grande abraço!

  3. Rodrigo 03/05/2011 às 12\1233

    Valeu pela dica que foi chupinhada… o pidgin sem o icone na área de notificação não tava indo bem… valeu mesmo!

  4. Saulo 04/05/2011 às 08\0837

    Então, eu teste e testei várias vezes o Unity, mas não gostei. Realmente acho que sou classificado como oldschool e ainda estou utilizando a interface gnome clássico. Como o gnome também está mudando para uma interface tipo unity, já estou migrando aos poucos para o XFCE. Bom, é isso.

    • goncin 04/05/2011 às 09\0908

      Eu posso me considerar quase um dinossauro (firmware versão 3.5), e ligeramentei oldschool também. Mas tentando me adaptar às novidades.

      Obrigado pela visita e pelo comentário 😀

  5. Titão 04/05/2011 às 10\1050

    Eu já tinha feito todos, menos o da Systray, foi uma ótima dica amigo troll!

    Obrigado e parabéns pelo trabalho!

  6. Jarley 04/05/2011 às 11\1137

    Consegui ficar com o Unity apenas por um dia. Como faço várias coisas ao mesmo tempo, gosto de ver as janelas que estão abertas de forma “direta”, ou seja, sem precisar distingui-las dos outros aplicativos do launcher. Voltei a interface para o Gnome 2. O problema é que o Gnome 3 tem a mesma filosofia do Unity, e cedo ou tarde, iremos utilizar algo parecido.
    Espero que os caras da Canonical estejam atentos à essa “perda de usabilidade” que a adoção do Unity está causando. No meu caso específico, tenho que dar mais cliques para achar o que preciso, e na minha avaliação, isso não é um bom indicador de qualidade de usabilidade.

  7. Thales Estevão 04/05/2011 às 12\1236

    Pessoalmente ainda estou analizando o Unity (só testei a versão disponível para ubuntu 10.10) e pude testar o gnome 3 tb disponível para o mesmo ubuntu, achei que embora o visual tenha melhorado em termos de área disponível na tela, este tipo de interface perdeu qualidade quando falamos em facilidade de encontrar os aplicativos e na hora de sabermos o que está aberto, neste último quesito o gnome 3 deixa a desejar mais que o unity pois, não achei fácil saber quais aplicativos estão aberto (no unity podemos olhar na barra lateral).

    estou baixando o ubuntu 11.04 para testar na máquina virtual e vamos ver se ele melhorou um pouco.

  8. Francisco Santos 04/05/2011 às 12\1245

    Boas, pessoal!

    Preciso muito de ajuda.
    Quando saiu esta última versão do Ubuntu (11.04) decidi fazer uma nova instalação através do CD, formatando a partição e pondo tudo de novo. Erro fatal! Ao contrário do que era habitual quando fazia as actualizações pelo Gestor de Actualizações, o qual manteve sempre a funcionar o que estava a funcionar, ao fazer isto fiquei sem wireless a funcionar. Trata-se de uma placa Atheros AR5007EG, a qual funciona com o módulo ath5k.
    Já tentei de tudo, inclusivé reinstalar versões antigas do Ubuntu (desde a 8.10, na qual eu comecei a usar este belo sistema operativo). Consultei foruns, comunidades, fiz tudo o que por lá se falava a nível de comandos, e nada. Isso, eu fiz por fim no 10.10, versão que tenho actualmente instalada. Continuo a ter no gestor de ligações a dizer que “a ligação sem fios está desactivada”. Tem vezes que quando clico com o botão direito no gestor a opção “Activar ligações sem fios” está desligada (sem o visto atrás), mas mesmo fazendo isso a ligação não funciona. Depois de fazer isso uma vez, a opção deixa de funcionar não permitindo sequer activar as ligações sem fios.
    Já experimentei o comando rfkill list, o qual me diz que o software não está bloqueado, mas o hardware sim. Inseri o comando sudo rfkill unblock wlan, mas não funcionou também.
    Alguém me pode ajudar?
    O meu agradecimento desde já.

    • goncin 04/05/2011 às 13\0108

      Francisco,

      Já procurou por ajuda no Fórum Ubuntum PT? Creio que lá haja pessoas mais qualificadas para lhe prestar auxílio.

      Obrigado pela visita e pelo comentário.

      • angelo ricardo. 05/05/2011 às 05\0544

        Goncin:

        Obrigado pela sua resposta.
        Pois, ainda não, mas vou já passar por lá.

  9. Gleyson Lira 04/05/2011 às 13\0100

    Goncin,

    To utilizando o Ubuntu 11.04 dez da Apha1 e pra ser sincero não tinha gostado nem pouco do Unity ( que inclusive já havia testado no netbook) mas como diz o Titão já me rendi ao unity! Depois de um mês com ele e alguns ajustes citados no post (essa do Systray realmente é nova muito boa) ele se torna um aplicativo com grande ganho de produtividade.

    Sei que não é bem o momento pela imaturidade ainda do projeto, mas deveria ser feitos alguns ajustes de perfumaria como escolher o lado, efeitos esvanecer e outros…

    O que mais me cativou no Unity Shell foi mesmo seu menu principal e o menu executar (alt+F2). Ele tem um sistema semelhante ao Gnome-Do que vai memorizando os processos e aplicativos que mais uso.

    Uma verdadeira mão no mouse!

    Parabéns pelo Post!!

    • Silas Ribas 05/05/2011 às 07\0735

      Salve,

      Gleyson, teste a tecla Super fica mais rápido. E as combinações: Super + {um numero}. Esse número se refere à posição do programa no doc, de cima pra baixo.

      Valeu!

  10. EDS.on 04/05/2011 às 23\1150

    Fiz vários testes… tentei… tentei… e me decepcionei…
    O Ubuntu era fantástico… prático, simples…. o que deu na idéia…? o Unity é improdutivo… lento… burocrático… Por que não incorporaram o awn… se a questão era um dock…? Infelizmente, a estética está corroendo a eficiência… a infuncionalidade se tornou um objetivo do ubuntu… o gnome 3 tb é lerdo… e burocrático… ou como costumo dizer: burrocrático… É pena… ainda bem que existe um xfce… que pretende ser funcional a ponto de substituir essas duas interfaces… por enquanto, toscas…

  11. Olnei Araujo 05/05/2011 às 02\0202

    Estou gostando muito desta versão. O único porém (sempre tem!) é o Banshee, que trava a todo momento. Como ouço muitos podcasts, ele não mostra o que foi baixado recentemente como o Rhythmbox fazia…Engraçado que ele trava desdes os alphas e mesmo assim já na versão final, este problema continuou.
    No mais, vida que segue!

  12. RADLabirinto 05/05/2011 às 02\0232

    Adorei o 11.04.
    Já me adaptei, acho que a inteligência do ubuntu só aumentou e ficou muito melhor, prático, elegante e inteligente.

  13. Alessandro 05/05/2011 às 11\1124

    TEM COMO MUDAR A POSIÇÃO DO PAINEL PARA O CANTO INFERIOR DA TELA ?

    OU INSTALAR UM PAINEL INFERIOR ?

    • goncin 05/05/2011 às 11\1128

      Não, não tem, e parece que a Canonical não tem intenção de implementar isso. Como disse o Mark Shuttleworth, “o painel [lateral] deve ficar próximo ao botão do Ubuntu”.

      • Wander 19/05/2013 às 19\0723

        É assim que o linux é livre ? sou obrigado a ficar com uma barra posicionada onde eu nao quero e ponto final…… Não entendo……

      • goncin 24/05/2013 às 11\1150

        As coisas melhoraram bastante desde que escrevi este artigo, Wander. Pesquise e verá.

  14. @hiper4tivo 11/05/2011 às 10\1018

    Cara, não sei se você pode me ajudar. Eu segui o tutorial para habilitar os ícones no systray, e funcionou. Realmente todos os programas que o utilizam paçaram a aparecer ali.

    Só que com isso veio um outro problema. Não sei porque os ícones de voolume, rede e de bateria (que eu habilitei rpa ficar visivel) não estão mais clicáveis.

    Pra acessá-los eu preciso clicar no relógio, e ir passando o ponteiro do mouse por cima deles.

    Já reinstalei o sistema e voltou com o mesmo problema. Sabe de algo que possa me ajudar?

    • goncin 11/05/2011 às 10\1025

      De vez em quando acontece isso comigo também. Clique no painel superior e tecle F10. Depois é só chegar com o mouse onde deseja.

    • Antonio Nogueira 09/11/2011 às 11\1111

      Olha, para mim não funcionou. Os ícones não voltaram a aparecer na systray. E também o “alt + tab” não esstá funcionando. Nem os ícones da barra lateral não diminuiriam de tamanho. Alguém poderia me ajudar?

  15. Flavio 11/05/2011 às 12\1200

    Muito boas as dicas, também estou me aventurando nesse unity, estava evitando atualizar o ubuntu para não ter que encará-lo.
    Pelo que vi pela internet, não é necessário instalar o compiz se o objetivo for só configurar a barra do unity, você pode digitar alt+f2 e digitar about:config
    Vai abrir a mesma tela do seu screenshot, mas sem instalar o compiz…

  16. Igor Medeiros 30/05/2011 às 19\0759

    Parabéns. Ótimo post.

  17. Frederico Borges 21/06/2011 às 22\1048

    Valeu, me ajudou muito.

    Obrigado.

  18. Patrick Araujo 29/06/2011 às 00\1240

    Estou usando o Unity há uma semana e gostei muito da nova interface. No começo estranhei bastante e tive a sensação desagradável de que demoraria muito para me adaptar aos novos comandos. Mas isso não aconteceu. Depois de entender a nova disposição dos menus de “aplicativos” e “arquivos e pastas” a navegação ficou mais fácil e aquela sensação de que eu precisaria abrir muitos menus para encontrar um aplicativo que não estivesse dentre as categorias mostradas ao clicar sobre o botão do Ubuntu desapareceu. Achei o sistema prático e fácil de usar, apesar de ser um pouco instável… O painel lateral trava com frequência e os botões de maximizar, minimizar e fechar as janelas costumam desaparecer…

  19. Nilson Dimas 01/07/2011 às 22\1043

    Usei o Unity por quase 2 meses e sinceramente não gostei do simplismo, se fosse em um telefone celular tudo bem, mas em um desktop não dá. Como fiz um upgrade na versão 10.10 o Gnome foi mantido e retornei a ele sem problemas. Mas notei que no Unity, a digitação para localizar “facilmente” um aplicativo não aceita caracteres acentuados, por ex: se eu digitar “Paciência” sai “Paci^encia”. Isso é um erro? Ou uma característica? (como diria o Bill). Tem como ajustar isso?
    Parabéns pelo blog.

  20. Alexandre 23/07/2011 às 21\0913

    Quando digitou Unity na busca do CCSM, a busca não retorna resutlado.

  21. Eduardo 08/08/2011 às 13\0108

    Não consigo trocar a posição dos botões dos programas do lado esquerdo para o direito…no ubuntu 10.10 eu conseguia trocando os temas….já no 11.04 não consigo….será que isso não é possível? eu gostei do Unity….

  22. Wagner Gama 15/08/2011 às 20\0825

    olá amigos, ótimo post.
    Eu estou usando o unity há uma semana e não estou gostando. Entendo que os três botões do gnome – “aplicações, locais e sistema” são imbatíveis em termos de organização, tendo ainda o bom e velho alt+f2 para chamar um programa pelo nome. É provavel que o unity se saia bem num tablet, con tela de toque. Já para desktops ou notebooks penso que foi um tiro da canonical (no próprio pé).

  23. augusto 23/08/2011 às 20\0852

    atualizei e funhanhou!!Estão querendo Arrwindar a distri

  24. malkmamMarcelo 17/10/2011 às 11\1126

    Já estou usando o unity a pelo menos duas semanas, Tive algumas dificuldades mas me adaptei com facilidade, não vejo o motivo de tanta reclamação por parte de alguns usuários.

  25. Pingback: Minha primeira experiência com a interface Unity « Claudio Lobo

  26. Giovanni 29/01/2012 às 00\1237

    Desculpa. Mas aqui não funcionou a dica ou não entendi. Não gostei ou não me acostumei em ter de abrir o systray pra mudar de aplicativo. Dá pra me dar o passo a passo pros ícones dos aplicativos permanecerem visíveis? Obrigado

  27. Nosdiel 27/02/2012 às 14\0230

    Upa, para mim salvo, agradeço e muito a dica de : gsettings set com.canonical.Unity.Panel systray-whitelist “[‘all’]”
    Estava sentindo falta do meu Skype e Cdemu.

    solução para versão 12.04^^

  28. Paulo Cioffi 02/05/2012 às 14\0228

    Obrigado pela dica.. realmente ajudou muito valeu..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: